Alopecia Androgenética ou calvície? Conheça os cuidados e os tratamentos para este problema!

Alopecia Androgenética ou calvície? Conheça os cuidados e os tratamentos para este problema!

Com o passar do tempo, os cabelos começam a ficar mais finos, a queda se torna inevitável e as falhas no couro cabeludo começam a aparecer. A calvície, também conhecida como a alopecia androgenética nada mais é que uma forma de queda de cabelo, como o próprio nome diz, geneticamente determinada, que afeta tanto homens quanto mulheres.

Mas apesar da doença estar ligada à genética, suas causas também estão relacionadas a outros fatores como os hormonais, principalmente os andrógenos – ou hormônios masculinos. Além disso, a alopecia pode estar relacionada ainda com o estresse oxidativo, que é ocasionado pela radiação ultravioleta e ainda pelo tabagismo e alcoolismo. Há também a presença de uma micro inflamação no local.

A alopecia afeta 50% dos homens com mais de 50 anos, sendo que 80% dos homens com mais de 50 anos poderão ter calvície. Já entre as mulheres, o problema se inicia na adolescência, mas a manifestação clínica irá ocorrer por volta dos 40 e 50 anos de idade. A prevalência entre o público feminino é entre 20% a 40%.

Diagnóstico e tratamento

O diagnóstico é feito por meio de avaliação clínica de um médico dermatologista e por uma exame de tricoscopia, onde será examinado a fundo o couro cabeludo e os fios do paciente. “Geralmente não é necessário fazer biópsia e nenhum outro tipo de método”, comenta a médica dermatologista, Adriana Matter.

A médica ainda explica que o tratamento pode ser tanto clínico quando podem ser adotado alguns tipos de procedimentos. O tratamento clínico adotado pode ser com medicações de uso  tópico ou oral. Já os procedimentos utilizados geralmente são mesoterapia, infusão de medicação, uso de laser ou LED.

Além disso, a dermatologista ressalta que quanto antes se iniciar o tratamento melhores serão os resultados obtidos, isso para que a alopecia não fique muito extensa. “Quando o paciente tem uma alopecia extensa a gente faz uso do transplante capilar, mas mesmo assim ele vai precisar manter em casa um tratamento via oral e também tópico”, explica.

Atendimento

A médica dermatologista Adriana Matter oferece atendimento na Clínica Senz na quarta-feita à tarde, e quinta-feira pela manhã.  Clique aqui e conheça os principais tratamentos oferecidos pela clínica.

×