Manchas de pele. Saiba o que são e os tratamentos indicados para este problema

Exposição excessiva ao sol, problemas hormonais, sinais de envelhecimento ou até mesmo uma predisposição genética. As manchas de pele não indicam apenas um problema de estética nas pessoas, elas também podem esconder um problema mais sério.

A fisioterapeuta, diretora técnica da Sul Laser e proprietária de Clínica Senz, Caroline Scoz Alves, explica que existem diferentes tipos de manchas, benignas e malignas, e que o primeiro passo é fazer a avaliação delas. “É importante avaliarmos para termos certeza de que não temos uma doença se desenvolvendo por ali e evitar qualquer problema futuro”, explica.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), o Brasil registra cerca de 180 mil novos casos de câncer de pele por ano da doença. O tipo mais comum é o melanoma e seu diagnóstico precoce garante uma chance de cura de 90% da doença.

Quais sãos as manchas benignas?

Nós temos diferentes tipos de manchas benignas. Conheça abaixo cada uma delas e suas principais características.

Manchas de sol, melanoses ou manchas senis

São escuras e arredondadas.

Surgem com o passar dos anos no corpo devido à exposição prolongada ao sol.

Nos mostram o histórico de exposição solar ao longo da vida.

Melasma

Hiperpigmentação da pele decorrente da exposição aumentada da melanina.

As manchas são castanho-escuras ou acizentadas de formato irregular. Aparecem na testa, maçã do rosto, no lábio superior, no queixo e nas têmporas, as lesões também podem surgir no colo, pescoço e antebraços.

Efélides ou sardas

Aparecem na face de crianças ou jovens de pele, geralmente, muito clara, após exposição em excesso ao sol.

Manchas de pós-acne

Surgem após o processo inflamatório da acne.

No início são manchas avermelhadas que depois se tornam amarronzadas.

Quais sãos os tipos de tratamentos?

Para as manchas benignas, os principais tipos de tratamentos são os tratamentos a laser ou a luz pulsada.

Os procedimentos a laser costumam ser mais rápidos, já que funcionam com uma emissão de luz, que interage na pele.

Durante o processo, um gel condutor de energia é aplicado para facilitar a penetração do tratamento na pele.

A desvantagem do laser é que, depois do procedimento, a pele do rosto pode ficar avermelhada e com ardência, desconforto que dura, em média, 2 horas.

Já o procedimento de luz intensa pulsada é menos invasivo e emite feixes de luz policromáticas que emitem comprimentos e ondas variados na pele gerando calor por meio destes disparos.

Laser CO2 Fracionado

O laser CO2 fracionado trata manchas solares e senis, manchas de acne.

Clique aqui e conheça mais sobre este tratamento.

Luz pulsada

A luz pulsada trata manchas solares e senis, manchas de acne, manchas vinho-do-porto e melasma.

Clique aqui e conheça mais sobre este tratamento.

Laser Acroma-QS

Trata manchas solares e senis e melasma.

Clique aqui e conheça mais sobre este tratamento.

Laser Etherea-MX Erbium Yag 2940

Trata manchas solares e senis.

Clique aqui e conheça mais este tratamento.

O uso de protetor solar é importante?

O uso do protetor solar é o principal tratamento, inclusive para prevenir doenças de pele. “Mesmo em momentos de Covid e isolados em casa precisamos usar o filtro solar para minimizar o envelhecimento e evitar o aparecimento de manchas na pele”, explica a doutora Caroline.

Outro ponto importante são os cuidados que o paciente é orientado a tomar em casa, logo após o procedimento. Como a indicações de alguns cremes de uso tópico.

Já no caso do melasma, o preparo da pele antes do procedimento a laser é importante, conforme ressalta a doutora Caroline. “Temos que preparar a melanina antes de usar o laser, esse processo é muito importante”. Ela ressalta ainda que o uso de cosméticos durante o verão também muda o tipo de tratamento. “Costumo dizer que a mancha tem memória, e todo o cuidado é pouco já que a tendência e que ela volte para o mesmo lugar”, explica a doutora Caroline”.

Saiba mais sobre o Melasma, em nosso artigo “Saiba mais sobre melasma a mancha que assombra as mulheres”.

Conteúdo produzido em parceira entre a Sul Laser  e equipe Reinaldo Bessa 

×