Você sabia que a depilação a Laser pode movimentar sua clínica em até 80% a mais do que o habitual?

Depilação a Laser – Fotodepilação

O crescimento de pelos indesejados ocorre em muitas áreas do corpo incluindo buço, bochechas, orelhas, tórax, antebraço, dorso, pernas, dedos e pés, tanto em homens quanto em mulheres. A depilação a laser ajuda a eliminar esses pelos indesejáveis.

Tipos de depilação

Existem várias maneiras de remover pelos indesejados, incluindo o barbear, retirar com pinças, equipamentos elétricos, agulhas elétricas, agulhas com radiofrequência, ceras, cremes depilatórios e eletrólise. A maioria desses métodos entretanto, são temporários. Uma medicação tópica chamada eflornitina, pode ser aplicada para lentificar o crescimento de pelos da face em mulheres, mas deve ser aplicado de uma maneira contínua. A depilação a laser consiste no único método de remoção permanente do pelo.

Tipos de Depilação a Laser e como funcionam

Uma grande área pode ser tratada de uma só vez por ser um método efetivo e rápido comparado com os outros métodos. O laser emite um feixe de energia através da pele que é absorvido pelo pigmento negro (melanina), presente na raiz dos folículos do pelo. Desde que o folículo do pelo esteja em tratamento, repetidas sessões são necessárias para destruir cerca de 80% dos pelos.

Diferentes tipos de laser são usados para remoção de pelos indesejáveis, o de rubi, alexandrita e o diodo, são os primeiros lasers aprovados para remoção de pelos. O sistema de luz intensa pulsada, também é usado. Esses lasers trabalham melhor em indivíduos com peles claras e com pelos escuros, porque pigmentos escuros da pele ao redor não vão absorver a luz que emitem. Lasers de comprimento de onda maior tais como lasers ND-YAG, tem a facilidade de tratar tipos de pele mais escuras, incluindo peles afro-americanas.

Consultas de pré-operatório

Pacientes interessados na depilação a laser devem consultar um dermatologista para avaliar o tipo de pele (fototipo), cor do pelo, espessura e localização do pelo, presença de bronzeamento, métodos de remoção de pelos prévios, história medicamentosa incluindo doenças de ovário e tireóide, história de cicatrização anormal e herpes simples ou erupções na área tratada assim como uso prévio de tretinoína, presença de tatuagem ou nevos melanocíticos na área tratada. Após a avaliação, o laser apropriado é indicado e início do tratamento pode ser combinado. Expectativas realísticas devem ser discutidas incluindo opções de tratamento, número de sessões, opções de tratamentos no caso de manutenção e a possibilidade de respostas variáveis do tratamento.

Instruções pré-tratamento

Antes do tratamento pacientes são advertidos para evitar bronzeamento e autobronzeadores. Protetor solar de amplo espectro (UVB e UVA) deve ser usado rigorosamente. Evitar retirar pelos através de pinças, cera ou eletrólise, embora a raspagem ou cremes depilatórios possam ser utilizados.

O local tratado precisa ser raspado um a dois dias antes da depilação a laser. Algumas vezes, medicações antivirais orais profiláticas podem ser necessárias, iniciando um dia antes do tratamento evitando a infecção pelo herpes simples na área tratada. Antibióticos orais podem ser prescritos se a área nasal ou perianal for tratada.

Depilação com Laser ou Luz Intensa Pulsada

No dia do tratamento a área deve ser limpa e estar livre de cosméticos. Um anestésico tópico pode ser aplicado antes do tratamento, mas na maioria dos equipamentos há resfriamento na forma de géis ou sprays ou até o contato do equipamento com a pele costuma ser resfriado, protegendo a pele do aquecimento excessivo, assim como de potencial de clarear ou escurecer a pele. Todos devem usar óculos protetores durante o procedimento. De modo geral três ou mais sessões são necessárias em cada local para alcançar a redução permanente do crescimento dos pelos. Pelos mais escuros respondem melhor ao laser, enquanto pelos claros, brancos, cinza ou vermelhos são menos responsivos.

Medicações tópicas podem ser usadas no intuito de aumentar a receptividade da luz no pelo claro, para a depilação a laser. Os pulsos de laser são sentidos como choques ou picadas de calor contra a pele. Pequenas pápulas avermelhadas ao redor do folículo aparecem em minutos. Placas de gelo podem ser aplicadas na pele após o tratamento. Se bolhas localizadas ocorrerem o médico irá prescrever antibiótico tópico para passar duas vezes ao dia até cicatrizar. Um creme de corticóide leve pode ser aplicado para reduzir a vermelhidão. Pacientes são avisados contra a exposição ao sol sem proteção solar, após tratamento à laser.

Efeitos colaterais da Depilação a Laser

Efeitos colaterais de tratamento de remoção de pelos à laser podem ser dor, edema folicular e eritema durando um a três dias. Bolhas, herpes simples e infecções bacterianas podem ocorrer. Clareamento temporário da pele ou escurecimento podem ocorrer, principalmente, em tipo de peles mais morenas ou em pacientes com bronzeados mais recentes podem ser vistos. Mudança da pigmentação da pele permanente ou cicatriz é muito raro. Perda de rugas ou clareamento dos nevos em áreas de tratamento pode ocorrer, assim como escurecimento ou clareamento de tatuagens.

Eficácia da Depilação a Laser para os pelos

A porcentagem de retirada de pelos varia de localização do corpo, como áreas de pele fina, por exemplo, axilas e virilhas, geralmente mostrando uma maior resposta do que em áreas de pele espessas como dorso e bochecha. Aproximadamente 10 a 15% da redução do crescimento dos pelos pode ser esperada em cada tratamento, que são repetidos a cada quatro a oito semanas. Os pelos que recrescem tendem a ser mais finos e claros.

A aplicação do laser para redução gradual dos pelos, devem ser realizada sempre sob supervisão de um médico dermatologista.

A depilação a Laser é a porta de entrada da sua clínica

A grande maioria dos clientes procuram as clínicas de estética e beleza quando decidem fazer um simples tratamento de depilação a laser. Mas a verdade é que após um bom trabalho desenvolvido e utilizando equipamentos de procedência e seguindo corretamente os protocolos, o bom resultado será uma consequência constante, aumentando o movimento em até 82% a mais do que o habitual no fluxo de pacientes dispostos a fazer outros tratamentos. Os pacientes que tiveram essa boa experiência, na sua grande maioria querem mais e procuram saber sobre outros equipamentos e tratamentos nos quais podem estar disponíveis a eles nas clínicas de Estética e Beleza.

Mantendo-se sempre atualizado e seguindo uma abordagem com um trabalho seguro, basta colher os frutos do sucesso!

Comments are closed