Ônix Hifem, Conheça a Nova Joia da Estética

Ônix Hifem, Conheça a Nova Joia da Estética

Falamos muito sobre o Ônix Hifem ultimamente e como ele é um tratamento revolucionário. Hoje vamos entrar mais a fundo nisso e te mostrar porque isso não é um exagero.

Atualmente o mercado da estética está repleto de equipamentos para tratamentos de toda sorte, você consegue fazer lifting facial com o Ulthera, elimina gordura localizada com o Vanquish ou se preferir com a FusioMed. Você faz depilação com o Crystal 3D e até remove tatuagens com o Etherea.

Ultrassom, radiofrequência, criolipólise, laser. Tratamentos excelentes para suas finalidades, mas percebe que falta alguma coisa?

Você elimina a gordura localizada, estimula o colágeno e evita a flacidez, deixa a perna lisinha com a depilação e ainda não parece legal. Sabe por quê?

Porque falta volume, em outras palavras; músculos. E é aqui que as coisas começam a ficar interessantes.

Leandro Twin define definição muscular como: ter algo para mostrar e não nada para esconder. Em outras palavras; ter musculatura trabalhada e não ter gordura entre ela e a pele.

Até então tratávamos gordura localizada, flacidez, manchas e estrias, mas nunca a musculatura. Ou seja, tratamos tudo que escondia, mas não tínhamos nada para a parte do mostrar.

Não mais! Agora com a chegada do Ônix Hifem temos um campo eletromagnético focal de alta intensidade capaz de produzir contrações musculares supramáximas.

Contrações Supramáximas

Não tínhamos até então uma tecnologia que trabalhasse flacidez muscular com relevância. Isso porque só existiam tecnologias que trabalhavam a flacidez muscular voluntária.

Contrações voluntárias recrutam certa de 20 a 30% das fibras musculares e com a tecnologia Hifem conseguimos recrutar 100% nas contrações.

Essas são as contrações supramáximas, que são geradas estímulos em uma frequência tão rápida que não permite relaxamento, assim recrutando 100% das fibras musculares da região.

Esse tipo de contração é impossível de ser alcançado por meio de exercícios físicos ou correntes eletroestimuladores como a corrente russa por exemplo.

Sabemos que exercícios físicos requerem muito esforço físico e periodicidade para evitar o platô, mas o principal problema é o risco de lesões. Agora com o Ônix conseguimos trabalhar os músculos de maneira mais efetiva e sem esses riscos.

Diferenciais do Ônix Hifem

Além da tecnologia revolucionária, o Ônix foi pensado de maneira a favorecer o profissional da melhor forma possível.

Ele não possui consumíveis, o que torna o tratamento muito mais ágil e rentável. Também é operador independente, ou seja, você coloca os manípulos e fica livre, sem necessidade de ficar passando-os nem sequer de segurá-los.

Falando em manípulos, o Ônix possui dois tipos: grandes e pequenos. Sendo que os grandes têm um campo focal de 8 cm de profundidade, trabalhando profundamente em grandes grupos musculares como glúteos e abdome.

Ônix abdome.

E os pequenos que são duplo focais, em outras palavras, funcionam dos dois lados. Chegam a 4 cm de profundidade e são anatômicos para melhor trabalhar grupos musculares pequenos como bíceps, tríceps e quadríceps.

Ônix Braços.

Tudo isso contando com protocolos programados e programação aberta para você personalizar o tratamento da melhor maneira para cada cliente.

Fases do tratamento Ônix Hifem

Por provocar uma contração muito intensa o tratamento com o Ônix é dividido em fase para não acarretar fadiga extrema aos pacientes.

Na primeira fase é mandado um pulso de alerta aos músculos, como um aquecimento para o estímulo, isso prepara os músculos para o trabalho a ser realizado.

A segunda fase consiste nas contrações supramáximas onde o músculo é levado a recrutar 100% das suas fibras. Por fim vem a fase de relaxamento com uma frequência de alívio para soltar os músculos.

Dados

O Ônix é capaz de realizar entre 20.000 e 36.000 contrações em meia hora de tratamento, isso depende do manípulo e da região tratada. O que acarreta num ganho de massa magra (ou muscular se preferir) entre 11 e 16% além de reduzir a gordura da região em até 20%.

Aproveitando que falamos de gordura localizada, um ponto extra da tecnologia está aí: O Ônix aumenta a massa muscular e em consequência aumenta também o metabolismo basal (quantidade de calorias que gastamos por dia sem fazer nada) da pessoa.

Isso faz com que o corpo gaste mais calorias por isso, tornando o emagrecimento mais fácil, claro que aliado a bons hábitos alimentares, e também evita o efeito sanfona graças a tonificação muscular.

E aí, gostou do nosso resumo sobre o Ônix? Ficou ainda com alguma dúvida? Quer saber como oferecer a nova joia da estética em sua clínica?

Chama a gente nas redes, ou entre em contato como achar melhor que teremos prazer em te explicar tudinho.